fbpx

Não sofra dor no parto! Conheça as doulas

Conhece as Doulas? Não? Saiba quem são as pessoas que estão tendo um papel fundamental para um parto sem dor durante os tempos de pandemia.


0
Doulas-não-sofra-no-parto.jpg

Você já ouviu falar das Doulas? Não? Saiba que elas estão tendo um papel fundamental para um parto sem dor durante os tempos de pandemia.

O parto sempre foi um dos momentos mais difíceis para a mulher. O desconforto das últimas semanas de gestação aliados à ansiedade de ter o bebê no colo contribui para agravar ainda mais o momento.

Para amenizar o nervosismo, as gestantes sempre contaram com o apoio de familiares e amigas que já passaram por essa situação e buscam por meio da experiência transmitir força e apoio.

No entanto, com a diminuição das famílias, partos cada vez mais estão sendo realizados em hospitais, e toda a mudança social pela qual o mundo vem passando fizeram com que o apoio feminino fosse ficando cada vez menor.

E para suprir essa lacuna surgiram as Doulas, que nada mais são que mulheres oferecendo apoio emocional, tirando dúvidas e orientando as gestantes antes, durante e até mesmo depois do parto.

Mas, afinal o que é uma Doula?

Doulas são mulheres das mais variadas formações acadêmicas, que vão desde psicólogas, fisioterapeutas até professoras de educação física. Elas fazem um curso específico para Doulas e passam a oferecer esse tipo de serviço.

É importante ressaltar que independente da sua formação, o papel delas não é fazer qualquer tipo de procedimento médico. Dessa forma, elas não fazem ausculta fetal, não medem pressão tampouco cortam o cordão umbilical do bebê.

A função delas é dar apoio emocional, conforto físico e servir de ponte entre os médicos e a gestante, traduzindo termos para ela e ajudando-a a expressar os seus desejos e sentimentos para o médico.

As doulas participam de parto em casa também?

Essa é uma dúvida bastante pertinente, principalmente em tempos de isolamento social. E a resposta é sim, mas para isso é preciso contar também com a presença de um médico e de um enfermeiro, visto que a doula não faz o procedimento médico.

Já se o parto for hospitalar, a Doula será a responsável por fazer a ponte entre a equipe médica e a gestante, explicando como funciona as intervenções e explicando como o parto irá evoluir.

Além do mais, a Doula também ajuda a encontrar posições mais confortáveis para o trabalho de parto, ensina técnicas de respiração e propõe medidas naturais que aliviam as dores como um banho quente por exemplo.

Quando a gestante deve procurar uma doula?

Para a gestante que quer ter um parto mais humanizado e com menos dor, a procura deve ser no momento em que ela percebe que precisa se preparar para o parto e a chegada do bebê. Normalmente no segundo trimestre da gestação.

Desse modo, há em média três encontros com a Doula para planejar o parto e a chegada do bebê, sendo que ela também ficará do seu lado durante o parto até que o bebê nasça. 

Diversas pesquisas já mostraram que a presença de Doulas diminui a necessidade de cesarianas, uso de anestesia e de fórceps, melhorando a qualidade dos resultados após o parto.

Fora isso, o sucesso com a duração da amamentação e a interação entre mãe e bebê foram bem maiores quando o parto foi acompanhado por uma Doula.

Portanto, não sofra no parto, conte com as Doulas. Gostou deste post? Então compartilhe esta informação com as suas amigas!


Gostou do artigo? Compartilhe com seus amigos!

0
Ana Cláudia Bitencourt
Sou Ana Cláudia Bitencourt. Aprendi que ser uma mulher empreendedora não é algo fácil. Para superar e vencer criei uma metodologia própria da qual dei o nome de Método 5 a´s.